Dê sua opinião sobre nosso atendimento

Parceiros

Prefeitura Municipal de Paraguaçu

Secretaria Municipal de Saúde

Outubro Rosa

 06/10/2015

          O nome remete à cor do laço que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e instituições públicas. O movimento começou na década de 90 nos Estados Unidos, onde vários estados tinham ações isoladas de realização de mamografia e de detecção do câncer de mama no mês de outubro.

            O objetivo fundamental do autoexame é fazer com que a mulher conheça detalhadamente as suas mamas, o que facilita a percepção de quaisquer alterações, o autoexame é uma medida importante para identificar nódulos de um possível câncer de mama.

            Esse procedimento preventivo deve ser realizado todos os meses, sempre após o período menstrual. Nele, as mulheres devem estar atentas também a alterações como retração da pele ou do mamilo, inchaços, assimetria, avermelhamento, secreção com sangue e gânglios que surgem nas axilas, crescem e não somem.  

            O câncer de mama é um grupo heterogêneo de doenças, com comportamentos distintos. A heterogeneidade deste câncer pode ser observada pelas variadas manifestações clínicas e morfológicas, diferentes assinaturas genéticas e consequentes diferenças nas respostas terapêuticas.             O espectro de anormalidades proliferativas nos lóbulos e ductos da mama inclui hiperplasia, hiperplasia atípica, carcinoma in situ e carcinoma invasivo. Dentre esses últimos, o carcinoma Ductal infiltrante é o tipo histológico mais comum e compreende entre 80 e 90% do total de casos.

            Na medida em que as ações de rastreamento do câncer de mama forem expandidas na população-alvo, espera-se que a apresentação da doença seja cada vez mais por imagem e menos por sintoma, ampliando-se as possibilidades de intervenção conservadora e prognóstico favorável. Destaca-se, no entanto, que mesmo nos países com rastreamento bem organizado e boa cobertura, aproximadamente metade dos casos são detectados em fase sintomática, o que aponta a necessidade de valorização do diagnóstico precoce.

            O câncer de mama é o mais incidente na população feminina mundial e brasileira, excetuando-se os casos de câncer de pele não melanoma.

            “Outubro Rosa” é um momento para as mulheres se conscientizarem da importância do diagnóstico precoce e prevenção dos cânceres de mama e colo de útero, além de ter a oportunidade de fazer o autoexame das mamas e o exame preventivo (Papanicolau) e, a partir dos 50 anos, a mamografia.

            Mulheres com casos de câncer de mama na família, principalmente mãe e irmã, devem procurar o diagnóstico a partir dos 35 anos. A mamografia é o método indicado para detectar a doença em fase inicial. Desde 2009, toda mulher acima dos 40 anos tem direito a fazer o exame. Mulheres acima de 50 anos devem realizar mamografias a cada dois anos ou de acordo com recomendação médica.

            Bom, é isso pessoas espero que essa postagem sirva de alerta a todos, as dicas e recomendações passem a fazer parte de suas vidas visando o auto cuidado que é muito importante, cuidem-se!

 

Auto Exame das Mamas

 

 

Luana Silva Vieira

Coordenadora de Enfermagem FHOP